Testado

Já conduzimos o novo Skoda Kodiaq

Com 4,70 metros de comprimento, o Skoda Kodiaq tem espaço para dar e vender. Felizmente, os argumentos não se esgotam nas proporções.

Foi pela sinuosas estradas de Palma de Maiorca, Espanha, que conduzimos pela primeira vez o novo Skoda Kodiaq. Um SUV de 7 lugares que marca a estreia da marca checa no segmento dos SUV de grandes dimensões. Com chegada a Portugal prevista apenas para abril (de 2017), fiquem com as nossas primeiras impressões.

Por fora

É um Skoda. Ponto. O que quero dizer com esta frase?

Que não há lugar para grandes dramatismos estéticos. No entanto as linhas são vincadas, agradáveis à vista e imponentes – uma perceção que também conta com a preciosa ajuda dos 4,70 metros de comprimento do Kodiaq. Os farolins, com tecnologia LED de série, brilham na típica forma em C da Skoda – que segundo a marca foram inspirados na arte tradicional do cristal checo.

skoda-kodiaq-6

Os perfis laterais e traseiro também possuem contornos nítidos: as portas possuem uma forma vincada e o portão da bagageira é expressivamente esculpido, ajudando a atribuir algum dinamismo ao modelo. O perfil lateral, a longa distância entre eixos e a curta distância entre o centro da roda e a extremidade do veículo deixam antever um interior espaçoso, mas já lá vamos… Em termos de acabamentos de pintura, há 14 possibilidades à escolha: quatro cores sólidas e dez tonalidades metalizadas. A aparência varia de acordo com os três níveis de acabamento – Active, Ambition e Style.

Definitivamente, Jozef Kaban, Diretor de design da Skoda, não vai ganhar nenhum concurso de design com o Kodiaq. No entanto, conseguiu algo que talvez seja mais importante: desenhar um SUV de 7 lugares capaz de agradar a um largo espectro de consumidores.

Por dentro

Grande por fora e por dentro, o Skoda Kodiaq assenta a sua estrutura na reconhecida plataforma MQB do Grupo Volkswagen – partilhada com modelos como o VW Tiguan e Golf, Seat Ateca e Leon, Audi A3 e Q2.

À boa maneira da Skoda, com apenas mais 40 mm de comprimento que um Octavia, o Skoda Kodiaq  oferece um interior maior do que a média para o segmento dos SUV. Conseguir este extraordinário espaço interior face às dimensões exteriores demonstra, mais uma vez, a excelente perícia da engenharia da marca. O comprimento interior é de 1.793 mm, a cota ao nível dos cotovelos é de 1.527 mm na frente e de 1.510 mm na traseira. A distância ao tejadilho é de 1.020 mm na frente e de 1.014 mm na traseira. Por sua vez, o espaço para as pernas dos passageiros atrás é de até 104 mm.

skoda-kodiaq_40_1-set-2016

Se estes números são demasiado abstratos, deixem-me colocar o assunto de outra forma: o Skoda Kodiaq é tão grande por dentro que mesmo com o banco do condutor chegado para trás, os ocupantes da fila do meio podem esticar as pernas. A terceira fila é mais acanhada, mas não é desconfortável e ainda deixa algum espaço para a bagagem.

Quanto à qualidade dos materiais e ao design do interior, não há reparos a fazer. A construção é sólida, e o ambiente geral é agradável. O interior é caracterizado por elementos verticais em negro e por um grande display que divide o tablier em duas partes iguais, para o condutor e passageiro.

Numerosas características de conforto estão disponíveis para os bancos da frente. Como opção, pode ser aquecido, ventilado e regulado eletronicamente; este último opcional, e também inclui uma função de memória. Os bancos traseiros também são muito versáteis: podem ser rebatidos na proporção 60:40, podem ser movidos longitudinalmente em 18 cm e o ângulo do encosto é regulável individualmente. Mais dois bancos na terceira fila estão disponíveis como um opcional.

Como uma alternativa para os revestimentos de série em tecido, está disponível em opção uma combinação de tecido/couro e couro Alcantara. Estão disponíveis em cinco versões diferentes. Na escuridão, a opção da iluminação ambiente acrescenta um toque individual ao interior que acompanha os frisos das portas e pode ser regulada em dez cores diferentes.

Equipamento disponível

Mais de 30 características “Simply Clever” – as tais soluções da Skoda que nos ajudam no dia a dia – são propostas no Skoda Kodiaq (sete das quais são novas). Estas incluem, por exemplo, a proteção da porta de ponta com plástico de modo a evitar danos no veículo em garagens ou parques de estacionamento. Há um bloqueio de segurança elétrico para crianças e para os passageiros mais jovens, bem como um pacote de conforto quando os mesmos necessitam de descansar em viagens mais longas através de encostos de cabeça especiais.

Quanto aos sistemas de assistência à condução, a oferta é ampla – muita da qual era, até agora, encontrada em segmentos mais elevados. Alguns sistemas são propostos de série, outros estão disponíveis como opção individualmente mas também como um pacote.

O “Area View”, utilizando câmaras com vista surround e lentes de grande angular na dianteira e na traseira, bem como nos espelhos retrovisores laterais, exibe várias visualizações em redor do carro no monitor in-car. Estes incluem uma visão virtual top-down e imagens a 180 graus das áreas para a frente e traseira.

skoda-kodiaq_24_1-set-2016

O “Tow Assist” também é novo: no caso da montagem de um reboque no Skoda Kodiaq, o sistema assume a direção, em manobras lentas de marcha-atrás. Adicionalmente, enquanto acontece esta manobra, o novo “Manoeuvre Assist” permite uma travagem logo que é detetado um obstáculo atrás do veículo.

A nova função preditiva de proteção dos peões complementa o auxílio à parte dianteira (Front Assist). O controlo de distância de estacionamento (Parking Distance Control) com função de travagem também é novo, e ajuda nas manobras de estacionamento.

De referir ainda o cada vez mais habitual sistema Front Assist que inclui o sistema de travagem de emergência em cidade (de série), para detetar situações perigosas envolvendo peões ou outros veículos na frente do carro. Se necessário, o sistema avisa o condutor e, quando necessário, parcial ou totalmente atua os travões. O sistema de travagem de emergência em cidade está ativo até 34 km/h.

RELACIONADO: Skoda Kodiaq plug-in híbrido em 2019

A proteção dos peões Predictive (opcional) complementa o auxílio da parte dianteira do veículo. A lista continua… Adaptive Cruise Control (ACC), Lane Assist, o Blind Spot Detect e o Rear Traffic Alert. Nota ainda para os sistemas de infotainment do Skoda Kodiaq. Começamos pelo sistema infotainment Swing com um ecrã de 6,5 polegadas (versão base), que é complementado com um smartphone com ligação Bluetooth e o Skoda SmartLink. O suporte SmartLink comporta os sistemas Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLinkTM (de série no veículo).

O sistema de infotainment Bolero (opcional) possui um ecrã táctil de 8,0 polegadas de alta definição, incluindo a função de comunicação In-Car (ICC). O microfone mãos-livres grava a voz do condutor e transfere-a para os bancos traseiros através dos altifalantes traseiros.

skoda-kodiaq_18_1-set-2016

O sistema de infotainment de topo de gama é o sistema de navegação Columbus. Acrescenta uma unidade de memória flash de 64 GB e uma drive DVD. Um módulo opcional LTE facilita o acesso online de alta velocidade no Kodiaq . Utilizando um hotspot WLAN (opcional), os passageiros podem usar os seus dispositivos móveis para navegar na internet. Como opção, o Skoda Kodiaq pode ser equipado com tablets que podem ser montados nos encostos de cabeça dos bancos dianteiros.

Sensações ao volante

Dinamicamente o Kodiaq é mais competente do que as suas dimensões deixam adivinhar. Em estradas degradadas a rigidez do chassis e o acerto das suspensões providenciam níveis de conforto bastante satisfatórios. Já em estradas mais sinuosas, a mesmas suspensões foram capazes de conter as transferências de massas com rigor.

Todas as reações são progressivas e nem a presença de pneus com um perfil mais elevado causam transtornos ao condutor. Como um opcional, a Skoda oferece o Driving Mode Select que permite ao condutor regular o funcionamento do motor e a gestão do DSG, direção hidráulica, ar condicionado e outros sistemas nos modos Normal, Eco, Sport e Individual.

Já conduzimos o novo Skoda Kodiaq | Todos os detalhes no nosso site | #skoda #kodiaq #apresentacao #razaoautomovel #tdi #tsi #suv

Um vídeo publicado por Razão Automóvel (@razaoautomovel) a Dez 12, 2016 às 6:38 PST

O Adaptive Controlo Dinâmico do Chassis (DCC) também está disponível como opção, e está integrado no Driving Mode Select. Aqui, válvulas elétricas controlam o trabalho dos amortecedores, dependendo da situação. Combinado com o Driving Mode Select, o sistema adapta-se ao estilo de condução do utilizador com segurança. Utilizando o DCC, o condutor pode escolher entre os modos Comfort, Normal ou Sport.

Em termos de motorizações, testámos o motor 2.0 TDI com 150 cv – a versão que deverá conhecer maior procura no mercado nacional. Disponível com a nova caixa DSG 7, este motor tem força e potência mais que suficiente para as necessidades do Kodiaq.

Além de oferecer acelerações e recuperações bastante satisfatórias, os consumos desta motorização estiveram sempre em bom plano durante este primeiro contacto.

Veredicto

Eram necessários mais quilómetros e mais tempo para podermos fazer um juízo completo do novo Skoda Kodiaq. No entanto, neste primeiro contacto, o Kodiaq deixou-nos boas indicações, como puderam constatar.

Uma excelente alternativa aos monovolumes de sete lugares, para quem precisa de espaço mas não quer abdicar da carroçaria SUV tão em voga atualmente. Resta saber o preço que a Skoda vai pedir pelo Kodiaq já no próximo ano, quando chegar a Portugal em meados de abril.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub