Novo Kia Niro chega em janeiro e já tem preços para Portugal

A Kia apresentou esta semana em Portugal o seu novo crossover híbrido. Um modelo que segundo a marca, vai apostar num design apelativo e numa condução mais empolgante para singrar num segmento em crescimento.

Longe vai o tempo em que os híbridos eram feios, aborrecidos e pouco eficientes. A Kia é a mais recente marca a juntar-se à festa com um novo crossover, que se posiciona entre o Sportage e o cee’d de cinco portas, o Kia Niro. Ao contrário dos dois primeiros, o conceito é totalmente novo: aliar a emoção das linhas crossover à racionalidade e economia de uma motorização híbrida. Será que vai conseguir?

Plataforma dedicada a motorizações híbridas e elétricas

Apresentado ao público pela primeira vez no Salão de Genebra, em março deste ano, o Kia Niro é um modelo fundamental para a marca sul coreana na europa, uma vez que se trata da primeira plataforma dedicada a veículos ecológicos da marca. O novo crossover híbrido foi, por isso mesmo, desenvolvido de forma independente dos restantes modelos Kia.

kia-niro-8

“O Kia Niro é uma proposta sem precedentes no mercado, uma vez que vem derrubar velhos preconceitos quanto aos híbridos. A partir de agora, um híbrido não tem de ser conservador no estilo ou na versatilidade. Pela primeira vez, temos uma proposta que olha tanto para o estilo de vida e para a emoção como para a consciência ambiental e a sustentabilidade. Quem disse que estes planos não são compatíveis?”

João Seabra, director-geral da Kia Portugal

Evolução da linguagem de design da Kia

Esteticamente, o Kia Niro incorpora os contornos de SUV compacto, com proporções suaves e uma postura relativamente larga e elevada mas ao mesmo tempo um baixo centro de gravidade. O perfil ligeiramente afilado em direção à traseira do veículo culmina num spoiler discreto no tejadilho, a que se juntam os grupos óticos elevados e um para-choques de dimensões generosas. À frente, o Kia Niro apresenta a mais recente evolução da grelha “nariz de tigre”.

kia-niro-14

Desenhado pela equipa de design da Kia na Califórnia (EUA) e Namyang (Coreia), o Kia Niro foi concebido principalmente para uma performance aerodinâmica eficiente – as linhas da carroçaria permitem um coeficiente de apenas 0,29 Cd. Embora seja mais pequeno que o Sportage, o Kia Niro tem uma distância entre eixos maior 2700 mm, o que favorece não só a condução mas também a capacidade de bagageira, com 427 litros de capacidade (1 425 litros com os bancos traseiros rebatidos).

A NÃO PERDER: É por isto que gostamos de automóveis. E tu?

Por dentro, o habitáculo do Kia Niro foi concebido para conferir uma impressão de espaço e modernidade, com um painel de instrumentos amplo com linhas horizontais definidas e uma consola central mais ergonómica voltada para o condutor. No que toca à qualidade dos materiais, o novo Niro segue as pisadas dos mais recentes modelos da Kia.

kia-niro-1

Uma das novidades é o sistema de carregamento de 5W sem fios para dispositivos móveis e que avisa o condutor quando o telemóvel fica esquecido, ao sair do veículo.

Quanto à segurança, o Kia Niro está dotado dos habituais sistemas de Alerta de Tráfego Traseiro (RCTA), Travagem Autónoma de Emergência (AEB), Smart Cruise Control (SCC), Sistema de Auxílio à Direção (LDWS), Sistema de Assistência à Manutenção na Faixa de Rodagem (LKAS) e Deteção do Ângulo Morto (BSD), entre outros.

Motorização híbrida e uma nova transmissão automática de dupla embraiagem

O Kia Niro é animado por uma motor de combustão GDI ‘Kappa’ de 1,6 litros associado a um motor elétrico e a um bloco de baterias de iões de lítio de 1,56 kWh. No total são 141 cv de potência e um binário máximo de 264 Nm de binário. A Kia anuncia performances de 162 km/h de velocidade máxima e uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 11.5 segundos, enquanto que os consumos são de 4,4 litros/100 km, de acordo com a marca.

TESTADO: Primeiras impressões ao volante do novo Kia Sportage

Um dos esforços da Kia durante o desenvolvimento do novo crossover foi criar um estilo de condução diferente dos híbrido habituais. É aqui que, de acordo com a marca, surge um dos elementos diferenciadores do Kia Niro: a transmissão automática de dupla embraiagem de seis velocidades (6DCT). Segundo a Kia, esta solução é mais eficiente e agradável do que a tradicional caixa de variação continua (CVT), “proporcionando uma resposta mais direta e imediata e uma condução mais empolgante”.

Graças ao TMED – Transmission-Mounted Electric Device – um novo dispositivo elétrico montado na transmissão, a potência máxima do motor de combustão e da unidade elétrica é transferida em paralelo com perdas de energia mínimas, além de permitir o acesso direto à energia da bateria a altas velocidades, para uma aceleração mais imediata.

O novo Kia Niro chega a Portugal já em janeiro com uma campanha de lançamento de 27.190 euros (pack safety).

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub