Opel Astra Sports Tourer 1.6 CDTI de 110cv: vence e convence

Depois da versão 1.6 BiTurbo CDTI com 160 cv, tivemos oportunidade de confirmar as sensações ao volante do novo Opel Astra Sports Tourer, desta feita com o motor 1.6 CDTI de 110 cv.

A 10ª geração da carrinha germânica chega esta semana ao mercado português com a responsabilidade de seguir a tradição da marca no segmento dos familiares compactos. Depois do sucesso da variante hatchback, a Opel não fugiu às responsabilidades e apostou numa construção orientada para a eficiência e tecnologia com um leque de motorizações para todos os gostos.

RELACIONADO: Ao volante do novo Opel Astra

Embora seja um modelo de características familiares, o Opel Astra Sports Tourer integra linhas fluídas que apelam à aerodinâmica e que resultam de uma evolução da filosofia de design Opel. Dotado da nova arquitetura de baixo peso (redução que pode ir até 190 quilos em relação ao modelo anterior), o modelo alemão possui um habitáculo ainda mais espaçoso e confortável, mas sem descurar nos índices de aerodinâmica, como fica provado pelo coeficiente de apenas 0,272, o melhor valor do segmento. Apesar da maior volumetria no interior – compartimento de carga com volume até 1630 litros -, as dimensões exteriores não sofreram grandes alterações em relação à anterior geração.

Opel Astra Sports Tourer-13

Dentro do habitáculo, a Opel optou por bancos ergonómicos completamente ajustáveis (manualmente) que proporcionam um conforto quase irrepreensível. Na consola central, deparamo-nos com uma disposição bastante mais funcional e equilibrada dos botões, que complementam a nova geração do sistema IntelliLink. É de realçar igualmente os elevados níveis de conectividade: a interação com smartphones faz-se de forma exemplar.

Além do ligeiro aumento das dimensões – que garante que não faltará espaço para toda a família – o Opel Astra Sports Tourer oferece bancos traseiros rebatíveis tripartidos, permitindo assim elevar as configurações da bagageira. Por falar em bagageira, temos aqui uma das principais novidades nesta nova geração: através de um simples movimento de pé sob o sensor do pára-choques traseiro, é possível abrir a porta da mala.

Opel Astra Sports Tourer-1

VEJAM TAMBÉM: Easytronic 3.0: a caixa da Opel para a cidade

Não há dúvida que a tecnologia foi um dos pontos em foco na carrinha alemã. Como não podia deixar de ser, o Opel Astra Sports Tourer surge equipado com os faróis de matriz de LED IntelliLux (1350 €), uma novidade trazida pela Opel para o segmento dos familiares compactos, que permite conduzir permanentemente com os máximos fora das cidades, desativando e ativando continuamente, de forma automática, os elementos LED que estão direccionados às fontes de luz que correspondem a veículos circulando no mesmo sentido ou em sentido contrário.

No interior, podemos contar com o serviço Opel OnStar (490 €), o sistema de assistência em viagem e emergência da marca alemã, presente igualmente no modelo compacto. A câmara dianteira Opel Eye (550 €) da nova geração tem funcionalidades acrescidas no reconhecimento de sinais de trânsito, na manutenção de faixa e no alerta de colisão iminente (com travagem automática de emergência).

De facto, tudo isto apenas vem reforçar aquilo que já dissémos sobre a versão 1.6 BiTurbo CDTI de 160cv. Vamos ao que interessa?

Com o bloco 1.6 CDTI de 110 cv – unidade mais adequada às preferências e necessidades do mercado português – as nossas impressões dificilmente poderiam ser mais positivas. Graças ao motor sempre disponível – mesmo em recuperações nas subidas mais acentuadas – o Opel Astra Sports Tourer responde de forma eficaz em regimes baixos, sendo bastante despachado em estrada aberta – velocidade máxima de 195 km/h.

Opel Astra Sports Tourer-14

Quanto à direcção, é impossível não elogiar a leveza e suavidade com que o Opel Astra Sports Tourer encara curvas apertadas, proporcionando um comportamento ágil e dinâmico. Em conjugação com uma caixa de velocidades com relações relativamente longas – contrariando os pedidos no painel de instrumentos para subir de relação – temos um modelos familiar versátil, talhado quer para percursos urbanos quer para estradas mais reviradas.

Ao nível dos consumos, embora não tenhamos conseguido replicar os consumos mistos anunciados de 3.6 l/100km, o modelo alemão registou valores combinados na ordem dos 5 l/100km, um número bastante satisfatório tendo em conta que não houve excesso de zelo para com o pedal direito.

A NÃO PERDER: Opel Design Studio: o primeiro departamento de design da Europa

Dito isto, não será de estranhar que o Opel Astra Sports Tourer, que actualmente representa cerca de 30% das vendas Astra na Europa, seja candidato ao sucesso no mercado nacional, nomeadamente nesta versão 1.6 CDTI de 110 cv.

O modelo alemão chega a Portugal já no dia 21 de Abril. A versão de entrada – motor 1.0 Turbo de 105 cv – estará disponível a partir de 21,820€, enquanto que a variante 1.4 Turbo de 150 cv custa 26.900 €. Do lado da oferta diesel, a Opel oferece o bloco 1.6 CDTI de 110 cv por 25,570€; já o motor 1.6 CDTI de 136 cv está disponível por 28.850 €.

As versões mais potentes estão guardadas para junho, com o lançamento do motor 1.6 BiTurbo CDTI de 160cv, e para outubro, com a chegada do motor 1.6 Turbo com 200 cv.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub