Opel Astra Sports Tourer 1.6 CDTI de 110cv: vence e convence

21/04/2016
7.383 views
Share Button

Depois da versão 1.6 BiTurbo CDTI com 160 cv, tivemos oportunidade de confirmar as sensações ao volante do novo Opel Astra Sports Tourer, desta feita com o motor 1.6 CDTI de 110 cv.

A 10ª geração da carrinha germânica chega esta semana ao mercado português com a responsabilidade de seguir a tradição da marca no segmento dos familiares compactos. Depois do sucesso da variante hatchback, a Opel não fugiu às responsabilidades e apostou numa construção orientada para a eficiência e tecnologia com um leque de motorizações para todos os gostos.

RELACIONADO: Ao volante do novo Opel Astra

Embora seja um modelo de características familiares, o Opel Astra Sports Tourer integra linhas fluídas que apelam à aerodinâmica e que resultam de uma evolução da filosofia de design Opel. Dotado da nova arquitetura de baixo peso (redução que pode ir até 190 quilos em relação ao modelo anterior), o modelo alemão possui um habitáculo ainda mais espaçoso e confortável, mas sem descurar nos índices de aerodinâmica, como fica provado pelo coeficiente de apenas 0,272, o melhor valor do segmento. Apesar da maior volumetria no interior – compartimento de carga com volume até 1630 litros -, as dimensões exteriores não sofreram grandes alterações em relação à anterior geração.

Opel Astra Sports Tourer-13

Dentro do habitáculo, a Opel optou por bancos ergonómicos completamente ajustáveis (manualmente) que proporcionam um conforto quase irrepreensível. Na consola central, deparamo-nos com uma disposição bastante mais funcional e equilibrada dos botões, que complementam a nova geração do sistema IntelliLink. É de realçar igualmente os elevados níveis de conectividade: a interação com smartphones faz-se de forma exemplar.

Além do ligeiro aumento das dimensões – que garante que não faltará espaço para toda a família – o Opel Astra Sports Tourer oferece bancos traseiros rebatíveis tripartidos, permitindo assim elevar as configurações da bagageira. Por falar em bagageira, temos aqui uma das principais novidades nesta nova geração: através de um simples movimento de pé sob o sensor do pára-choques traseiro, é possível abrir a porta da mala.

Opel Astra Sports Tourer-1

VEJAM TAMBÉM: Easytronic 3.0: a caixa da Opel para a cidade

Não há dúvida que a tecnologia foi um dos pontos em foco na carrinha alemã. Como não podia deixar de ser, o Opel Astra Sports Tourer surge equipado com os faróis de matriz de LED IntelliLux (1350 €), uma novidade trazida pela Opel para o segmento dos familiares compactos, que permite conduzir permanentemente com os máximos fora das cidades, desativando e ativando continuamente, de forma automática, os elementos LED que estão direccionados às fontes de luz que correspondem a veículos circulando no mesmo sentido ou em sentido contrário.

No interior, podemos contar com o serviço Opel OnStar (490 €), o sistema de assistência em viagem e emergência da marca alemã, presente igualmente no modelo compacto. A câmara dianteira Opel Eye (550 €) da nova geração tem funcionalidades acrescidas no reconhecimento de sinais de trânsito, na manutenção de faixa e no alerta de colisão iminente (com travagem automática de emergência).

De facto, tudo isto apenas vem reforçar aquilo que já dissémos sobre a versão 1.6 BiTurbo CDTI de 160cv. Vamos ao que interessa?

Com o bloco 1.6 CDTI de 110 cv – unidade mais adequada às preferências e necessidades do mercado português – as nossas impressões dificilmente poderiam ser mais positivas. Graças ao motor sempre disponível – mesmo em recuperações nas subidas mais acentuadas – o Opel Astra Sports Tourer responde de forma eficaz em regimes baixos, sendo bastante despachado em estrada aberta – velocidade máxima de 195 km/h.

Opel Astra Sports Tourer-14

Quanto à direcção, é impossível não elogiar a leveza e suavidade com que o Opel Astra Sports Tourer encara curvas apertadas, proporcionando um comportamento ágil e dinâmico. Em conjugação com uma caixa de velocidades com relações relativamente longas – contrariando os pedidos no painel de instrumentos para subir de relação – temos um modelos familiar versátil, talhado quer para percursos urbanos quer para estradas mais reviradas.

Ao nível dos consumos, embora não tenhamos conseguido replicar os consumos mistos anunciados de 3.6 l/100km, o modelo alemão registou valores combinados na ordem dos 5 l/100km, um número bastante satisfatório tendo em conta que não houve excesso de zelo para com o pedal direito.

A NÃO PERDER: Opel Design Studio: o primeiro departamento de design da Europa

Dito isto, não será de estranhar que o Opel Astra Sports Tourer, que actualmente representa cerca de 30% das vendas Astra na Europa, seja candidato ao sucesso no mercado nacional, nomeadamente nesta versão 1.6 CDTI de 110 cv.

O modelo alemão chega a Portugal já no dia 21 de Abril. A versão de entrada – motor 1.0 Turbo de 105 cv – estará disponível a partir de 21,820€, enquanto que a variante 1.4 Turbo de 150 cv custa 26.900 €. Do lado da oferta diesel, a Opel oferece o bloco 1.6 CDTI de 110 cv por 25,570€; já o motor 1.6 CDTI de 136 cv está disponível por 28.850 €.

As versões mais potentes estão guardadas para junho, com o lançamento do motor 1.6 BiTurbo CDTI de 160cv, e para outubro, com a chegada do motor 1.6 Turbo com 200 cv.

MOTOR 4 Cilindros
CILINDRADA 1596 cc
TRANSMISSÃO Manual 6 Vel.
TRAÇÃO Dianteira
PESO 1940 kg.
POTÊNCIA 110 CV
BINÁRIO 300 NM
0-100 KM/H 11,4 seg
VEL. MÁXIMA 195 km/h
CONSUMO 3,6 lt./ 100 km
PREÇO 25.570€
Depois da versão 1.6 BiTurbo CDTI com 160 cv, tivemos oportunidade de confirmar as sensações ao volante do novo Opel Astra Sports Tourer, desta feita com o motor 1.6 CDTI de 110 cv. A 10ª geração da carrinha germânica chega esta semana ao mercado português com a responsabilidade de seguir a tradição da marca no segmento dos familiares compactos. Depois do sucesso da variante hatchback, a Opel não fugiu às responsabilidades e apostou numa construção orientada para a eficiência e tecnologia com um leque de motorizações para todos os gostos. RELACIONADO: Ao volante do novo Opel Astra Embora seja um modelo de características familiares, o Opel Astra Sports Tourer integra linhas fluídas que apelam à aerodinâmica e que resultam de uma evolução da filosofia de design Opel. Dotado da nova arquitetura de baixo peso (redução que pode ir até 190 quilos em relação ao modelo anterior), o modelo alemão possui um habitáculo ainda mais espaçoso e confortável, mas sem descurar nos índices de aerodinâmica, como fica provado pelo coeficiente de apenas 0,272, o melhor valor do segmento. Apesar da maior volumetria no interior - compartimento de carga com volume até 1630 litros -, as dimensões exteriores não sofreram grandes alterações em relação à anterior geração. Dentro do habitáculo, a Opel optou por bancos ergonómicos completamente ajustáveis (manualmente) que proporcionam um conforto quase irrepreensível. Na consola central, deparamo-nos com uma disposição bastante mais funcional e equilibrada dos botões, que complementam a nova geração do sistema IntelliLink. É de realçar igualmente os elevados níveis de conectividade: a interação com smartphones faz-se de forma exemplar. Além do ligeiro aumento das dimensões - que garante que não faltará espaço para toda a família - o Opel Astra Sports Tourer oferece bancos traseiros rebatíveis tripartidos, permitindo assim elevar as configurações da bagageira. Por falar em bagageira, temos aqui uma das principais novidades nesta nova geração: através de um simples movimento de pé sob o sensor do pára-choques traseiro, é possível abrir a porta da mala. [gallery link="file" columns="4" ids="94440,94442,94443,94444"] VEJAM TAMBÉM: Easytronic 3.0: a caixa da Opel para a cidade Não há dúvida que a tecnologia foi um dos pontos em foco na carrinha alemã. Como não podia deixar de ser, o Opel Astra Sports Tourer surge equipado com os faróis de matriz de LED IntelliLux (1350 €), uma novidade trazida pela Opel para o segmento dos familiares compactos, que permite conduzir permanentemente com os máximos fora das cidades, desativando e ativando continuamente, de forma automática, os elementos LED que estão direccionados às fontes de luz que correspondem a veículos circulando no mesmo sentido ou em sentido contrário. No interior, podemos contar com o serviço Opel OnStar (490 €), o sistema de assistência em viagem e emergência da marca alemã, presente igualmente no modelo compacto. A câmara dianteira Opel Eye (550 €) da nova geração tem funcionalidades acrescidas no reconhecimento de sinais de trânsito, na manutenção de faixa e no alerta de colisão iminente (com travagem automática de emergência). De facto, tudo isto apenas vem reforçar aquilo que…

8

Bom

Nota Final

Centrada numa utilização familiar mas sem esquecer a dinâmica. Tem todos os argumentos para vencer.

Motor/Prestações

7.8

Dinâmica

8.2

Equipamento

7.9

Design

7.6

Preço Qualidade

8.2

Conforto Interiores

8

8

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter