Chevrovelt Camaro ZL1: ataque ao velho continente

Dos EUA chega-nos um muscle car com tiques de carro europeu, porque… sabe curvar. É o Chevrolet Camaro ZL1.

Decidido a declarar guerra aos melhores desportivos europeus, a Chevrolet vai lançar o seu modelo mais radical de sempre: o Camaro ZL1.

Antes de irmos ao que interessa (poootência!) vamos falar um pouco dos detalhes. O Chevy Camaro ZL1 recorre a uma grelha “flow-tie” que aumenta o fluxo de ar para o motor, a um splitter dianteiro com dimensões mais generosas (downforce a quanto obrigas…) e a um novo capot com extrator de calor.

O desportivo vem ainda equipado com pára-choques mais largo, saias laterais imponentes e uma majestosa asa traseira. O Chevy Camaro ZL1 “calça” jantes em alumínio forjado de 20 polegasas e pneus Goodyear Eagle F1, produzido especialmente para o modelo de Detroit.

RELACIONADO: Chevy Small Block: construção de um ícone

Ok. Vamos ao que interessa? O Motor. Um V8 (claro!) com 6.2 litros, 640cv de potência e 867Nm de binário máximo. Motorização que pode ser associada a uma caixa manual de 6 velocidades ou a uma caixa automática de 10 velocidades.

Para aguentar os andamentos de tão «energética» motorização, o ZL1 vem equipado com travões Brembo, suspensão Magnetic Ride e um diferencial de deslizamento limitado controlado eletronicamente. Os modelos europeus que se cuidem…

Quanto a números de performance, ainda não há informações. Vamos ter de esperar pelo Salão de Iorque… Fiquem com o vídeo dos primeiros ensaios dinâmicos do Chevy Camaro ZL1:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Pub