Quantum GP700: na Austrália também se fabricam máquinas de sonho

Se deliram com o Ariel Atom e perdem a cabeça com um KTM X-Bow, talvez venham a sofrer dos mesmos problemas com o Quatum GP700.

A Quantum não faz as coisas por menos e produziu um modelo que mais se assemelha a um Fórmula 1 de estrada. Amiúde, o GP700 é uma máquina que promove o auto-conhecimento, até porque, o condutor atingirá os seus limites muito antes de conhecer os limites do próprio Quantum GP700. Nas próximas linhas vão entender porquê…

Como era de esperar, o peso é uma das armas mais importantes no que à dinâmica diz respeito. O Quantum GP700 é leve, mas ainda assim é cerca de 200kg mais pesado que o seu rival Ariel Atom. Peso que acaba por não se refletir nas acelerações porque o GP700 conta com um bloco de 4 cilindros e 2,7l com uns impressionantes 700 cavalos às 7.800rpm e um binário máximo de 654Nm às 6.500rpm – valores conseguidos graças à sobrealimentação via 2 compressores centrífugos e um par de injectores por cilindro.
quantum-gp700-specifications-1
A Quantum não dispara só para terreno do Ariel Atom, mas também para patamares ao nível do Bugatti Veyron, pois a relação peso potência do GP700 é de exatamente 1kg/cv. E falando de apetites, o GP700 é capaz de devorar 6l de gasolina por minuto a fundo! Coisa pouca…

Se estavam curiosos acerca da performance do GP700, nem vamos hesitar em revelar os números até porque estes falam por si. Dos 0 aos 100km/h temos o tempo de bocejo: apenas 2,6 segundos. E que tal 5 segundos dos 0 aos 160km/h? Velocidade máxima de 320km/h.

Não deixe de nos seguir no Instagram e no Twitter

Pub