Novo BMW Série 7: concentrado tecnológico

11/06/2015
3.616 views
Share Button

O novo BMW Série 7 representa o expoente máximo de luxo e tecnologia da marca bávara. Conheçam o novo porta-estandarte da BMW nas próximas linhas.

O novo BMW Série 7 aposta na continuidade estilística do modelo atual, mas já não segue o mesmo caminho no que diz respeito a tudo o resto. Por tudo o resto leia-se: tecnologia, equipamento, motores, plataforma. Enfim, tudo. Até porque neste segmento, ninguém olha a meios para bater a concorrência. Principalmente quando do outro lado está um tal de Mercedes-Benz Classe S, modelo que tem sido apontado com o rei do segmento nos últimos anos.

A NÃO PERDER: BMW M4 dá espetáculo no deck de um porta-aviões

Para esta batalha – a que se juntará brevemente a nova geração do Audi A8, que repetirá muita da tecnologia estreada no Q7 – a marca recorreu a materiais compósitos como a fibra de carbono (CFRP) em vários pontos estratégicos da carroçaria (Carbon Core), mas também a aços de elevada resistência, alumínio, magnésio e até plástico. De acordo com a marca, o novo BMW Serie 7 é o primeiro automóvel da categoria em que a fibra de carbono surge combinada com aço e alumínio, emagrecendo o modelo até 130kg dependendo da versão em causa.

Na Europa, o novo Série 7 contará com dois blocos a gasolina, o de seis cilindros em linha de 3 litros com 326 cv para os 740i e Li e o V8 de 4.4 litros com 450 cv para o 750i xDrive e 750 Li xDrive, havendo ainda uma opção Diesel na forma do 3.0 de seis cilindros com 265 cv para os 730d e 730 Ld.

Mas uma das versões mais interessantes é a 740e Plug-in híbrida, que recorre a um motor 2.0 a gasolina de quatro cilindros sobrealimentado que funciona em conjunto com um motor eléctrico, a potência total é de 326 cv. O consumo médio desta versão nos primeiros 100km é de 2,1 l/100km para emissões de 49 g/km de CO2. O motor eléctrico pode funcionar de forma autónoma até aos 120 km/h e tem uma autonomia para 40 quilómetros.

bmw serie 7 15

No que ao equipamento diz respeito, o novo BMW terá suspensão adaptativa automática a ar (Dynamic Damper Control) que ajusta a rigidez e a altura ao solo em função das condições do piso e estilo de condução adoptado e sistema quatro rodas direccionais (Integral Active Steering). Além destes dois sistemas, surge pela primeira vez, o sistema Executive Drive Pro que tem como função controlar o rolamento da carroçaria.

RELACIONADO: Novo BMW Série 3 com motorizações de 3 cilindros

Os faróis full LED são de série, mas como opcional a marca disponibiliza a tecnologia ‘Laserlight’ estreado no i8. Ainda no âmbito do equipamento, o novo BMW Série 7 recorre a um sistema iDrive atualizado e controlado a partir de um ecrã táctil e através de gestos. Os movimentos das mãos são controlados a partir de um sensor 3D, podendo accionar ou aceder a diversas funcionalidades, como chamadas telefónicas e volume de áudio.

Estreia absoluta no novo Série 7 é a capacidade de estacionamento autónomo. O ‘Remote Control Parking’ permite aos condutores levarem a cabo manobras de estacionamento com controlo através da chave de ignição (com ecrã incorporado).

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Diretor Editorial e co-fundador da Razão Automóvel. Tem 29 anos, ama os automóveis mas tem uma paixão secreta: as duas rodas! Praticante de todo-o-terreno, iniciou-se nas lides da condução aos comandos de um Citroen Ax. Não resiste a umas boas curvas, seja no asfalto ou numa folha de papel.