Toyota Land Cruiser 70 vai ser produzido em Portugal

10/04/2015
4.644 views
Share Button

A fábrica da Toyota em Ovar, responsável pela produção da Dyna, recebe mais um modelo a partir do 2º semestre deste ano: a versão reeditada do mítico Toyota Land Cruiser 70.

Segundo a Toyota o Land Cruiser 70 terá como destino mercados externos e será uma força de renovação na Unidade Industrial de Ovar, que viveu um período de alguma instabilidade, depois do despedimento de 11 trabalhadores entre 2013 e 2014. A Toyota Motor Corporation reforça assim a sua presença em território nacional com a produção do Toyota Land Cruiser 70.

Na mensagem do Presidente e CEO da Toyota Caetano Portugal, José Ramos, no Relatório & Contas de 2014, pode ler-se: “tenho a certeza de que a TCAP continua a dignificar Portugal no universo do maior construtor mundial de automóveis, mas sem nunca se desviar da dinâmica do Grupo Salvador Caetano e dos valores «Ser Caetano».”

VEJAM TAMBÉM: O Toyota Land Cruiser 40 é a definição de cool

No relatório, a Toyota Caetano Portugal avança: “ultrapassadas que foram as incertezas existentes sobre a continuidade da Unidade Fabril de Ovar, após o acordo com a TMC [Toyota Motor Corporation] para a montagem de unidades LC70 com destino à exportação, será lógico pensarmos que o futuro se apresenta agora bem mais desanuviado” e antevê que “o segundo semestre de 2015, assistirá ao inicio do processo produtivo LC70, estimando-se já para esse exercício um volume de montagem capaz de absorver a integralidade dos gastos fabris e consequentemente a obtenção do equilíbrio económico nesta Unidade.”

Os resultados antes de impostos da Toyota Caetano Portugal em 2014 foram de 4,9 milhões de euros, um número bastante superior aos 459 mil euros de 2013.

Fonte: Jornal de Negócios

Não deixe de nos seguir no Facebook e Instagram

Cofundador da Razão Automóvel | Aos 20 anos, o pai passou-lhe um Alfa Romeo para as mãos com 300 mil quilómetros e disse-lhe: "Faz-te à vida." Desde então tem feito amizade com mecânicos e condutores de reboque por este país fora. Na nossa primeira reportagem, ficamos apeados na A1.