Retro-futurismo: design automóvel sem rodas

24/04/2015
2.918 views
Share Button

Recuando até aos longínquos anos 60 e 70, uma das visões para o automóvel do futuro passava por automóveis que levitavam. Hoje chamam-lhe retro-futurismo.

Em conversa com vários designers da indústria automóvel, um dos desafios que mais vezes me apontaram, foi a dificuldade da integração das rodas no desenho geral do automóvel. Não é fácil. Segundo eles, quebra as linhas. As proporções, a distância entre os eixos, a altura ao solo e a distância à cava da roda influenciam (e muito…) o resultado final.

A NÃO PERDER: A modernidade não tem charme…

Infelizmente, a teoria que apontava que no séc. XXI os carros iriam levitar estava errada, para mal dos pecados dos designers. Do ponto de vista da engenharia a ideia falhou, mas enquanto exercício de estilo não deixa de ser um conceito interessante – anteriormente já explorado pela Citroën, na década de 60 com o DS. Fiquem com a galeria:

old-citroen-ds-is-a-space-ship-48861_1

Não deixe de nos seguir no Facebook e Instagram

Fonte: Designboom

Tags
,

Diretor Editorial e co-fundador da Razão Automóvel. Tem 29 anos, ama os automóveis mas tem uma paixão secreta: as duas rodas! Praticante de todo-o-terreno, iniciou-se nas lides da condução aos comandos de um Citroen Ax. Não resiste a umas boas curvas, seja no asfalto ou numa folha de papel.