Hyundai RM15: um Veloster com 300cv e motor atrás

06/04/2015
1.416 views
Share Button

O Hyundai RM15 aparenta ser apenas um Veloster depois de meses de ginásio, mas é muito mais do que isso. A Hyundai refere-se a ele como uma montra de novas tecnologias, nós preferimos chamar-lhe “brinquedo para adultos”.

Em simultâneo com o salão de Nova York, na Coreia do Sul, do outro lado do mundo, a bienal Seoul Motor Show abria as suas portas. Um evento de carácter mais regional, ideal para as marcas coreanas usurparem na totalidade as atenções mediáticas. Neste quadro, a Hyundai não o fez por menos.

hyundai-rm15-3

Entre outros, está em exibição um protótipo que à primeira vista, não parece mais que um Hyundai Veloster seriamente alterado e decorado com as cores da sua marca. Um olhar mais atento, permite verificar que do modelo Veloster apenas tem o aspecto geral. Denominado RM15, de Racing Midship 2015, este aparente Veloster é um verdadeiro laboratório rolante com genes reminiscentes do lendário grupo B, com o motor colocado em posição central traseira, justificando o nome.

No fundo, trata-se da evolução de um protótipo anterior, o Veloster Midship, apresentado o ano passado no Salão de Busan, e que foi desenvolvido pela mesma equipa que colocou o Hyundai WRC i20 no campeonato mundial de Ralis, a High Performance Vehicle Development Centre da Hyundai.

O desenvolvimento do RM15 focou-se na aplicação de novas tecnologias associadas aos materiais e à construção. Comparativamente ao protótipo anterior, o RM15 apresenta-se mais leve 195 kg, num total de 1260 kg, resultado de uma nova estrutura do tipo space frame em alumínio, revestida com paineis compósitos de materiais plásticos reforçados por fibra de carbono (CFRP).

hyundai-rm15-1

Também a distribuição de peso melhorou, com 57% do peso total a incidir sobre o eixo motriz traseiro, e o centro de gravidade é de apenas 49.1 cm. Mais do que um carro de salão, o RM15 é totalmente funcional, e pode ser conduzido em fúria, como podem assistir no vídeo que disponibilizamos. Como tal, nada foi esquecido no desenvolvimento do RM15, incluíndo a optimização aerodinâmica, que garante 24 kg de downforce a 200 km/h.

A motivar o Hyundai RM15, e atrás dos ocupantes dianteiros – onde no mundano Veloster se encontram os lugares traseiros -, está um motor 2.0 litros sobrealimentado Theta T-GDI, posicionado transversalmente. A potência ascende aos 300 cv às 6000 rpm e o binário aos 383 Nm às 2000 rpm. A transmissão manual de 6 velocidades permite que o RM15 alcance os 0-100 km/h em apenas 4.7 segundos.

hyundai-rm15-7

Os vastos quatro pontos de apoio ao solo devem contribuir para tal valor de aceleração. A envolver as jantes de 19″ forjadas a partir de monoblocos, estão uns pneus 265/35 R19 na traseira e 225/35 R19 na frente. Estes encontram-se ligados a uma suspensão de triângulos duplos sobrepostos em alumínio.

Para o seu comportamento ser ainda mais eficaz, o Hyundai RM15 apresenta uma estrutura que além de leve é extremamente rígida, com subestruturas adicionadas à frente e atrás e um rollcage inspirado pelos usados no WRC, resultando numa elevada resistência torsional de 37800 Nm/g.

Sairá do Hyundai RM15 um herdeiro conceptual ou espiritual, como preferirem, do fenomenal Renault Clio V6? A Hyundai afirma que se trata apenas de um protótipo de desenvolvimento para aplicação de novas tecnologias, mas nada como garantir o foco das atenções com um compacto monstro com potência capaz de verdadeiramente animar o eixo traseiro. Hyundai, de que estão à espera?

O encanto pelos automóveis empurraram-o para o mundo do design, com a enebriante possibilidade de poder vir a criar estas «criaturas» rolantes . Quando lhe colocaram um volante nas mãos, Fernando Gomes apercebeu-se ainda mais da complexa relação entre o homem e a máquina. Está definitivamente «agarrado»...