Alfa Romeo está a preparar dois «super motores»

08/04/2015
4.666 views
Share Button

A aliança Fiat-Chrysler Automobile (FCA) anunciou hoje os planos para a produção de dois motores da alta performance para a Alfa Romeo, uma unidade de quatro cilindros e outra de seis cilindros derivada da Ferrari.

A promessa vem de longe e nunca se concretizou, mas parece que é mesmo desta que Sergio Marchionne, CEO da FCA, relança a histórica Alfa Romeo. Depois de no mês passado ter anunciado o investimento de 5 biliões de euros no desenvolvimento de oito novos modelos até 2018 (ver quadro), a FCA anunciou agora o desenvolvimento de duas novas motorizações para a marca: um motor de quatro cilindros e outro motor de seis cilindros. Este último poderá basear-se no bloco V6 que a Ferrari está a desenvolver para um eventual rival do Porsche 911.

RELACIONADO: Lancia, prometemos que vamos sempre recordar-te assim…

Segundo a FCA, estas duas novas motorizações de alta performance vão desempenhar um papel fundamental no relançamento da marca. Ainda que a Alfa Romeo não avance detalhes, é quase certo que estes dois motores sejam os trunfos com que a marca italiana vai à guerra com os alemães da Audi, BMW e Mercedes. Sergio Marchionne não faz por menos, é com esta marcas que a Alfa Romeo tem de ombrear. Foi assim no passado, terá de ser assim no futuro.

alfa romeo plano 16 18

Estas duas motorizações serão produzidas na unidade de Termoli, Itália, uma fábrica com uma capacidade instalada para a produção de 200.000 motores/ano. Segundo a FCA, em 2018 metade dessa produção deverá destinar-se a modelos da Alfa Romeo.

Tudo boas notícias para os amantes da histórica marca italiana, que segundo as previsões da FCA em 2018 deverá produzir 400.000 automóveis/ano, um número longe dos actuais 74.000 automóveis/ano. Recordamos que nos últimos anos a Alfa Romeo foi alvo de várias tentativas de aquisição pelo Grupo Volkswagen, sempre sem sucesso. Agora, está aí a resposta… mamma mia!

Fonte: FCA / Imagem em destaque: MPCardesign

Tags
,

Diretor Editorial e co-fundador da Razão Automóvel. Tem 29 anos, ama os automóveis mas tem uma paixão secreta: as duas rodas! Praticante de todo-o-terreno, iniciou-se nas lides da condução aos comandos de um Citroen Ax. Não resiste a umas boas curvas, seja no asfalto ou numa folha de papel.