Renault Kadjar: o irmão do Captur e primo do Mégane

Depois do sucesso do Captur, a Renault prossegue a sua ofensiva no universo dos crossovers com o lançamento do Renault Kadjar, o primeiro crossover da marca do segmento C.

Depois do sucesso do Captur no segmento B, a Renault quis repetir a fórmula no disputado segmento C, dando ao Captur um irmão e ao Mégane um primo – se quisermos ser inconvenientes… e ao Qashqai um irmão bastardo. Chama-se Renault Kadjar e insere-se num segmento em pleno desenvolvimento, extremamente disputado por todas as marcas generalistas.

A Renault entra neste jogo apostando num design arrojado e nos detalhes. Segundo a marca, o Kadjar é “uma proposta inovadora dos crossovers, que se distingue por um design exterior fluido e atlético, mas também por um interior simultaneamente desportivo e requintado, graças à qualidade dos materiais e acabamentos”.

RELACIONADO: Descubram aqui o porquê do nome Kadjar e a sua origem

Disponível em versões 4×4 e 4×2, o Renault Kadjar mede 4,45 metros de comprimento e 1,84 metros de largura. Dimensões que condizem com o segmento onde se insere, prometendo não desiludir nas tarefas familiares. Quanto a tecnologia, o Renault Kadjar vem equipado com o sistema R-Link 2®, e com os mais recentes sistemas de ajuda à condução (assistência à travagem, aviso de saída da faixa de rodagem, etc.).

Apresentado hoje em Paris à imprensa especializada – nós estamos lá, podem dar uma espreitadela aqui – o Renault Kadjar será apresentado ao público no Salão Internacional de Genebra, que abre portas a 5 de março de 2015. A comercialização começará no Verão de 2015 na Europa e em vários países africanos e da bacia mediterrânica.

Pub