Se eu fosse o Tony Carreira …

21/08/2014
1.647 views
Share Button

Bem, se eu fosse o Tony Carreira não estaria neste momento a escrever textos sobre automóveis. Provavelmente estaria a escrever canções de amor – é uma profissão mais bem paga, porém também requer mais talento. E eu, nem uma coisa nem outra: nem talento nem dinheiro. Jeito para a música também não. Por isso aqui estou eu, a falar de automóveis…

E porque raio estou eu a meter o Tony Carreira ao barulho, numa publicação de automóveis? A resposta é simples: porque é difícil não falar do Tony Carreira. É impossível ignorar o senhor, parece o Mundial de Futebol em versão cantor de música ligeira. Está em todo o lado. São capas de revista, são programas de televisão e sabe-se lá mais o quê a falar sobre ele. Ainda para mais, agora que está em processo de divórcio. Toda a gente escreve e comenta «trinta por uma linha» sobre o tema.

Diretor Editorial e co-fundador da Razão Automóvel. Tem 29 anos, ama os automóveis mas tem uma paixão secreta: as duas rodas! Praticante de todo-o-terreno, iniciou-se nas lides da condução aos comandos de um Citroen Ax. Não resiste a umas boas curvas, seja no asfalto ou numa folha de papel.

  • Sérgio

    Ridículo

  • Gonçalo Laranjeira

    Muito bom!