Toyota apresenta ideia inovadora para automóveis híbridos

23/05/2014
3.691 views
Share Button

toyota-central-rd-labs-free-piston-engine-linear-generator-fpeg_100465419_l

Contudo a ideia da Toyota, não é absolutamente nova na indústria automóvel e passamos a explicar porquê. Decorria a década de 70 e pouco depois da crise petrolífera – que abalou fortemente o sector automóvel – muitos fabricantes viram-se extremamente pressionados a adotar soluções que consumissem menos combustível.

A RECORDAR: Por causa da crise petrolífera da década de 70, foi Portugal que inaugurou o Mundial de Ralis de 1974

opel rekord

É nesta altura, em 1978, que surge uma das melhores adaptações do motor Stirling à indústria automóvel. Um Opel Rekord 2100 Diesel Sedan de 1977 foi a cobaia perfeita para receber o motor Stirling P-40 de 1978, desenvolvido numa parceria estratégica sem precedentes entre a agência espacial americana NASA e a GM (imagem acima).

O motor Stirling P-40 tinha a vantagem de funcionar tanto a Gasolina como a Diesel, ou mesmo a álcool. Seria o 2º automóvel “flex fuel” da história depois do Ford Modelo T de 1908, que podia funcionar a gasolina, querosene ou a etanol vaporizado.

Tem no ADN a paixão por automóveis, ainda no ventre materno já gostava de andar de carro. Atingiu na formação como mecânico de automóveis o nirvana do viver e respirar técnica automóvel. Define-se como um Gearhead/Petrolhead e tem a condução como o seu Elixir de Vida.

  • SSJ4

    Excelente matéria e muito bom post!