GP do Mónaco: Rosberg volta a vencer

No GP do Mónaco, foi Nico Rosberg que ditou a lei. O alemão da equipa Mercedes liderou a corrida até ao final, sem réplica de Lewis Hamilton.

Para muitos, o GP do Mónaco é o ponto alto da temporada de Fórmula 1. Não faltam motivos de atração neste principado, dentro e fora do circuito, como podemos observar aqui.

E quem esperava uma boa corrida de Fórmula 1 não terá ficado totalmente decepcionado, apesar da luta pelas duas primeiras posições não ter sido aquilo que se esperava. Nico Rosberg venceu o GP do Mónaco sem oposição, seguido pelo seu colega de equipa, Lewis Hamilton, que se queixou de problemas de visão durante a corrida. Alguma coisa entrou para o olho do piloto inglês pela viseira do capacete, causando-lhe um atraso que já não recuperou mais.

AUTO-PRIX-F1-MON

A completar o pódio, surge uma vez mais Daniel Ricciardo, o melhor Red Bull em pista. A sorte voltou a não sorrir a Sebastian Vettel que depois de uma excelente partida e de rolar em terceiro lugar, foi obrigado a desistir com problemas de caixa. Fernando Alonso conseguiu o quarto lugar, na frente de um Nico Hulkenberg inspirado, com Jenson Button em sexto na frente de Felipe Massa, piloto que terminou em sétimo.

Um dos grandes destaques da corrida passa pelo facto de Jules Bianchi, piloto da Marussia, ter terminado na oitava posição, conquistando assim os primeiros pontos da história da equipa. Uma penalização de 5 segundos viria a retirar-lhe um lugar, ainda assim terminou nos pontos.

Pela negativa, fica registada a corrida azarada de Kimi Raikkonen que numa dobragem a um piloto atrasado danificou o seu Ferrari, obrigando-o a ir às boxes quando o finlandês era terceiro.

Com este resultado, Rosberg passa novamente para a liderança do campeonato. Mas mais importante que isso, interrompe uma série de quatro vitórias consecutivas do seu colega de equipa. Isto vai aquecer na boxe da equipa Mercedes…

CLASSIFICAÇÃO FINAL:

1. Nico Rosberg (Mercedes)
2. Lewis Hamilton (Mercedes)
3. Daniel Ricciardo (Red Bull)
4. Fernando Alonso (Ferrari)
5. Nico Hulkenberg (Force India)
6. Jenson Button (McLaren)
7. Felipe Massa (Williams)
8. Jules Bianchi (Marussia)
9. Romain Grosjean (Lotus)
10. Kevin Magnussen (McLaren)
11. Marcus Ericsson (Caterham)
12. Kimi Raikkonen (Ferrari)
13. Kamui Kobayashi (Caterham)
14. Max Chilton (Marussia)

Abandonos: 
Esteban Gutierrez (Sauber)
Adrian Sutil (Sauber)
Jean-Eric Vergne (Toro Rosso)
Daniil Kvyat (Toro Rosso)
Valterri Bottas (Williams)
Pastor Maldonado (Lotus)
Sergio Perez (Force India)
Sebastian Vettel (Red Bull)

monaco podium

Pub