Novo Mercedes Classe C 2014 oficialmente revelado

16/12/2013
2.444 viram
novo mercedes classe c 2014 7

A marca alemã acaba de revelar as primeiras fotos oficiais do Mercedes Classe C 2014: a fórmula de sempre mas com novos argumentos.

Desde a primeira geração, que os modelos do segmento D da casa de Estugarda se assumem como pequenos discípulos do irmão mais velho Classe S. Nesta nova geração do Mercedes Classe C 2014 esse facto é mais verdade que nunca. As linhas, a tecnologia e a inspiração resultam diretamente do Mercedes Classe S.

E como todos sabem, seguir as pisadas de um automóvel que é considerado por muitos como o «estado de arte» da industria automóvel não é para qualquer um. A Mercedes sabe disso, e portanto tratou de desenvolver o Classe C, não para ser mais um entre muitos, mas para ser a referência dentro do seu segmento. Isso ficou logo patente, quanto surgiram as primeiras fotos do novo Mercedes Classe C, reveladas em em primeira-mão aqui no Razão Automóvel.

novo mercedes classe c 2014 5

A fórmula é a mesma das gerações passadas, mas a Mercedes melhorou a qualidade dos «condimentos». Leia-se: a qualidade de construção; o design; o conteúdo tecnológico; o apelo dinâmico; e a habitabilidade. Até porque, com a introdução na gama do CLA, o Classe C deixou de ser a porta de acesso às berlinas da marca da estrela, e por isso teve de crescer. Crescer para ser maior do que o CLA (que é mais comprido do que o atual Classe C) e crescer para aumentar a habitabilidade e conforto do interior.

O interior que já tinha sido mostrado aqui, é totalmente novo. Mas segue no entanto a linha estilística que já tinha sido estreada no Mercedes Classe A, com o display destacado na consola central a marcar a assumir o protagonismo. À parte disso, o interior do novo «C» bebe também alguma inspiração nas linhas do mais recente Classe S. O incremento de luz e sentido de luxo que é reconhecido no Classe S, tem no novo Mercedes Classe C uma «réplica» à escala.

novo mercedes classe c 2014 12

No que à tecnologia diz respeito, a Mercedes colocou ao serviço do seu novo «baby S» o que de melhor tem feito nos últimos anos. Falamos por exemplo da suspensão AIRMATIC, que é uma estreia absoluta no segmento e que não é mais do que um sistema de amortecimento adaptativo auto-nivelante, que deverá surgir como opcional. De série o novo Mercedes Classe C 2014 virá equipado com umas suspensões convencionais com três modos distintos: conforto; normal e desportivo.

Apesar do incremento de espaço e de equipamento esta geração do Classe C consegue ser mais leve que o seu antecessor. Isto graças à nova plataforma modular MRA destinada aos modelos de tração traseira da marca. Com a adopção desta plataforma a marca alemã anuncia uma redução no peso total de mais de 100kg e um incremento de 20% na eficiência energética.

novo mercedes classe c 2014 4

Quanto a motores, numa primeira fase o novo Mercedes Classe C estará disponível com apenas três motorizações: um diesel e duas a gasolina.

O primeiro será o C 220 BlueTec que faz valer um bloco 2.2 litros de quatro cilindros com 170cv de potência e 400Nm de binário. Para esta motorização a marca de Estugarda promete consumos de apenas 4L/100km e emissões de 103g/km. Quanto à performance, os 170cv deste motor fazem-se sentir: 0-100km/h em apenas 8.1 segundos.

No patamar mais baixo dos motores a gasolina encontramos o C180 que recorre a um motor 1.6 litros turbo de 156cv e 250Nm de binário. A perfomance é interessante: 0-100km/h em 8.2 segundos. Os consumos estão em linha com o prometido por estas motorizações: 5 litros por cada 100km e emissões de 116g/km.

Por enquanto, no topo da gama a gasolina encontramos o C200 que usa um motor também com recurso a turbo, mas com 2 litros de capacidade. A perfomance é a mais interessante das três motorizações: 0-100km/h em 7.5 segundos. O consumo naturalmente é o mais elevado de todos, cerca de 5.3 litros/100km.

Numa segunda fase, após a fase de lançamento surgirão novos motores e claro, a esperada família Mercedes Classe C AMG. A comercialização em Portugal deverá arrancar no final do primeiro trimestre de 2014. A apresentação oficial está agendada para o Salão de Detroit.

Diretor Editorial e co-fundador do Razão Automóvel. Tem 27 anos e é um admirador confesso de tudo o que envolve motores, dos automóveis até aos motociclos. Praticante de todo-o-terreno, iniciou-se nas lides da condução aos comandos de um Citroen Ax. Não resiste a umas boas curvas, seja no asfalto ou numa folha de papel.