Que automóvel conduziriam os super-heróis na vida real?

Com base na personalidade de cada super-herói, a Razão Automóvel em parceria com uma conceituada clínica de psicologia e um NERD da banda desenhada, foi tentar descobrir que carros conduziriam os super-heróis na vida real.

Esqueçam a introdução do texto. É tudo mentira! Em primeiro lugar – na eventualidade de existirem crianças entre os nossos leitores… – os super-heróis não existem. Em segundo lugar, não consultámos nenhum psicólogo nem nenhum NERD. Simplesmente são três da manhã e este vosso escriba está com uma insónia do tamanho de uma camioneta de rodado duplo!

Ora, estão então reunidos todos os condimentos necessários para que a nossa mente comece a “viajar na maionese”. A dúvida existencial desta noite, e que dá o mote a este texto foi: Que carros conduziriam os super-heróis na vida real? É o que vamos tentar descobrir…

O Quarteto Fantástico

RA fantastic four

Não gosto do quarteto fantástico, portanto vou atribuir-lhes um carro de que gosto ainda menos: o Fiat Múltipla. É feio todos os dias, pelo que condiz perfeitamente com a indumentária de super-herói daquele grupo. A modularidade e espaço interior do Múltipla permite acomodar perfeitamente os quatro, e a excelente visibilidade interior é um excelente trunfo no combate às ameaças globais.

O Capitão América

RA capitao america

O nome diz tudo: Capitão América. Portanto terá de ser um carro grande, potente, vistoso e… americano! A minha escolha recai sobre o Pontiac Firebird, que é tudo isso, e resume muito bem a chamada “american way of life” com a indispensável pitada de ridicularidade americana.

O Homem Aranha

RA spiderman

 

O Homem Aranha, famoso trepador de paredes, iria precisar de um automóvel com igual capacidade de transpor obstáculos. Veículo escolhido? O mítico e inesquecível UMM Alter Turbo, capaz de trepar tudo. Onde não passar o robusto jipe português não passa mais nada. Portanto homem-aranha dá-te por contente.

Os Power-Rangers

RA powerrangers

Esta escolha não foi fácil. Que veículo atribuir a um grupo de adolescentes, na idade da borbulha, vestidos dos pés à cabeça com fatos justinhos e capacetes com temas animais? Não, o Fiat Multipla não pode ser. Mas pelos bons momentos que me proporcionaram na infância vou ser benevolente com eles. Escolho o Mazda 5 MPV. É um automóvel com as mesmas características que o Fiat Múltipla mas com um embrulho muito mais digno. E as portas de correr também permitem entradas e saídas acrobáticas, mesmo ao estilo do quinteto dos fatos justos.

O Super-Homem

RA superhomem

Não é fácil atribuir um automóvel a alguém que usa capa e veste as cuecas por cima das calças, mas que voa e muito! Portanto tem de ser um carro com alguma coisa no sítio errado. O único que me lembro com algo no sítio errado é o Porsche 911. Assim como Super-homem teima em usar as cuecas por cima das calças, a Porsche teima em colocar o motor atrás do eixo traseiro. Problema resolvido!

O Zé Povinho

RA ZE

Não é propriamente um super-herói, mas também não é um cidadão comum. Afinal de contas consegue sobreviver aos ataques nefastos de uma classe política sem escrúpulos e que tem no seu famoso cruzar de braços o poder da reivindicação. Que automóvel atribuir? O Dacia Sandero. Barato, fiável e humilde… mesmo à imagem do país e da personagem criada pelo Bordalo Pinheiro.

O incrível Hulk

RA hulk

Este é fácil. Tem de ser um carro grande, potente e pouco refinado. A escolha parece óbvia: Hummer H1. De preferência, cor verde. Mas agora vou dormir… parece que o sono finalmente chegou. É melhor fechar o computador e dar por encerrados os trabalhos. Até amanhã!

Não deixe de nos seguir no Facebook e Instagram

Pub